Estações do metrô de Salvador recebem peças da campanha contra o trabalho infantil

Os mais de 90 mil usuários do Sistema Metroviário de Salvador que passam diariamente pelas estações da Lapa e de Pirajá já estão sendo alertados pelas peças da campanha da Justiça do Trabalho contra o trabalho infantil. A ação TRT da 5ª Região viabilizou a exposição do material gráfico da campanha, que tem como slogan Não Leve na Brincadeira, Trabalho Infantil é Ilegal. Denuncie: Disque 100. As peças divulgadas também trazem dados sobre a situação de trabalho irregular de milhões de crianças e adolescentes no país.

Pelos dados repassados pela CCR Metrô Bahia (atualizados até maio/2018), as estações Lapa e Pirajá, que integram a Linha 1, são as duas mais movimentadas de todo o sistema metroviário: circulam por elas diariamente cerca de 55 mil e 35 mil passageiros, respectivamente,  motivo pelo qual foram escolhidas para receber as peças publicitárias. Com a iniciativa, o TRT da Bahia pretende ampliar as informações e conscientizar a população para a necessidade de denunciar o trabalho envolvendo crianças e adolescentes.

DADOS - A Bahia é o estado segundo colocado no ranking da utilização ilegal de mão de obra de crianças e adolescentes, de acordo com a Pesquisa Nacional de Amostra Por Domicílio (PNAD-2015), do IBGE. No Brasil, cerca de 2,7 milhões de crianças, entre 5 e 17 anos de idade, se encontram em situação de trabalho irregular. No mundo são 168 milhões, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT). Por conta disso, a campanha possui uma mensagem clara respaldada por uma chamada que incentiva a reflexão e ajuda nas denúncias, caso essa chaga social seja identificada.

A  campanha foi lançada no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, 12 de junho, e as peças começaram a ser veiculadas no metrô no feriado do São João.

Secom TRT5 (Miwky Abe) - 28/6/2018