Ao abrir ano judiciário, presidente do TRT5 pede ânimo para enfrentar desafios

 Secom TRT5-BA

 

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA) realizou nesta quinta-feira (7) a sessão de abertura do ano judiciário do exercício de 2016, que marca oficialmente a retomada das atividades jurisdicionais, após o recesso de 20 de dezembro a 6 de janeiro. ''Estou certa de que todos teremos ânimo para enfrentar os desafios, e determinação para atender as demandas do jurisdicionado baiano'', afirmou a presidente do TRT5-BA, desembargadora Maria Adna Aguiar, ao abrir a sessão e desejar a todos um ano novo de realizações.

 

Em seu pronunciamento, a desembargadora Adna Aguiar reconheceu que 2016 'deverá ser um ano difícil para o judiciário', tendo em vista o anúncio de corte no orçamento de 2016 destinado à Justiça do Trabalho, mas 'reafirmou seu compromisso de continuar lutando para recuperar perdas que, no caso do TRT baiano, certamente inviabilizarão a implementação de projetos importantes para a população que depende dos serviços prestados pela Justiça trabalhista'.  

 

Realizada na sede do TRT, em Nazaré, a sessão do Pleno contou ainda com pronunciamentos do corregedor regional, desembargador Esequias de Oliveira, dos desembargadores Renato Simões e Valtércio de Oliveira, do representante da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Amatra5), juiz Paulo Temporal, e do procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia, Alberto Balazeiro.

 

Secom TRT5 (Lázaro Britto) - 7/1/2016