Campanha incentiva proteção à criança durante o Carnaval

 Divulgação

 

A exatos dez dias da maior festa popular do planeta, o Governo Federal, por meio do Ministério do Turismo e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), lançou a Campanha Nacional pelo Fim da Violência contra Crianças e Adolescentes, durante o Carnaval. Com o tema ''Não desvie o olhar. Fique atento. Denuncie. Proteja nossas crianças e adolescentes da violência'', a campanha divulgada nesta segunda-feira (2/2)  tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir e denunciar possíveis casos de violação de direitos da população infanto-juvenil neste período de grande movimentação turística no Brasil.

 

A mobilização do Carnaval deste ano abordará o enfrentamento a diversas violações, como violência sexual, maus tratos e negligência. A ação destaca o Disque 100 como o principal canal de recebimento de denúncias sobre violações de direitos humanos do governo federal, além dos conselhos tutelares. O material de mobilização da campanha já está disponível para download no site da SDH/PR.

 

COMO DENUNCIAR - Por meio do Disque 100, é possível denunciar quaisquer tipos de violações de Direitos Humanos. O serviço funciona 24 horas, sete dias por semana, inclusive finais de semana e feriados. As ligações podem ser feitas de todo o Brasil através de discagem direta e gratuita, de qualquer terminal telefônico, fixo ou móvel. As denúncias podem ser anônimas e o sigilo das informações é garantido, quando solicitado.

 

O Disque 100 atende também a denúncias de violações de direitos de pessoas idosas, pessoas com deficiência, LGBT e outros segmentos vulneráveis, como quilombolas, ciganos, índios e pessoas em privação de liberdade.

 

Outra forma de denunciar maus tratos e casos de trabalho infantil é através do aplicativo para smartphones ''Proteja Brasil''. Lançado em 2013, durante a Copa das Confederações, o aplicativo permite identificar e denunciar violações de direitos de crianças e adolescentes, incluindo os endereços de Conselhos Tutelares e delegacias. Desenvolvido para os sistemas Android e iOS, o aplicativo pode ser baixado nas lojas oficiais de aplicativos.

 

COMPARTILHE - Sendo assim, faça a sua parte. Fique atento aos direitos das nossas crianças e adolescentes e, em caso de violações, Não desvie o olhar. Fique atento. Denuncie. Proteja. Divulgue esta campanha, procure o Conselho Tutelar ou Disque 100. Proteger nossas meninas e meninos de todas as formas de violência é uma responsabilidade de todos!

 

Fonte: SDH/PR - 03/02/2015 (Com edições da Secom TRT5)