TRT5 reforça segurança com novos equipamentos e pessoal

 Secom TRT5

 

O Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT/BA) aprimorou e modernizou ainda mais a segurança em seus prédios. Os agentes de segurança já estão utilizando uniformes táticos, detectores de Raio-X foram instalados nas portas de acesso, além de câmeras que vão aumentar o monitoramento de todo o fluxo de pessoas nas varas e fóruns da capital e interior. Além disso, uma viatura foi adquirida e fará a escolta de autoridades. Distintivos e botons identificadores também serão incorporados pelos agentes.

 

Na última quinta-feira (5/6), no auditório do Fórum do Comércio, o presidente do TRT5, desembargador Valtércio de Oliveira, fez a entrega formal aos agentes dos novos kits de segurança. Coletes à prova de balas, algemas, armas de choque, detectores de metais portáteis, lanternas, distintivos e novo fardamento são alguns dos itens inclusos no kit de segurança.

 

Houve também reforço humano. No Fórum do Comércio, desde o dia 2/6, cada andar do edifício está contando com dois seguranças, medida adotada devido ao fluxo alto de pessoas que circulam pelas Varas do Trabalho.

 

O presidente agradeceu a colaboração de todos os agentes de segurança, destacando a importância que estes servidores possuem para o bom funcionamento das atividades nas unidades: "Dentre todos os servidores, os senhores têm uma missão altamente especial. É uma missão de trazer a paz à nossa instituição. Por sermos uma Justiça Federal, nós não temos a Polícia Militar e nem a Civil para nos guarnir, mas os senhores nos trazem a paz traduzida na proteção dos magistrados, servidores e jurisdicionados", elogiou o presidente.

 

"Hoje os senhores terão um fardamento adequado ao trabalho que desenvolvem, para serem melhor identificados, e queremos contar cada vez mais com o apoio de cada um. E precisamos mostrar à sociedade que o Tribunal tem esse compromisso com o bem-estar de todos", concluiu o presidente do TRT5.

 

Também participaram da cerimônia a diretora do Fórum, Angélica Ferreira; o juiz auxiliar da Presidência, Gilmar Carneiro; o diretor-geral, Tarcísio Filgueiras; o diretor da Secretaria Administrativa, Maurício Borba; a diretora da Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoas, Maria das Graças Brandão; o diretor de Segurança, José Rivas e o chefe de Segurança, Manoel Carvalho. 

 

As medidas adotadas pelo TRT da Bahia em prol da segurança seguem as diretrizes da  Resolução nº 176/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que institui o Sistema Nacional de Segurança do Poder Judiciário, e o Ato TRT5 nº 150/2013, que dispõe sobre as atividades ligadas à segurança institucional dentro do Tribunal. 

 

''A ideia é garantir a segurança dos magistrados, prioritariamente, mantendo-se a ordem em todos os andares'', afirmou o diretor do Núcleo de Segurança, José Vidal Rivas. ''Vamos realizar policiamento ostensivo em todas as varas e fóruns, através de uniforme tático, câmeras, detectores de metal, rádios de comunicação e armamentos não letais, com uso de pessoal próprio'', explicou Manoel Carvalho, chefe do Núcleo de Segurança.

 

 Secom TRT5

 

Leia também:
TRT5 aprova manual atualizando procedimentos de segurança

 

Secom TRT5 (Joaquim Castro) - 06/06/2014