Transmissão de dados: novos links na capital e no interior em março

 DivulgaçãoEstá prevista para março a entrada em operação dos 37 links contratados pelo TRT5 junto à Oi para conexão entre todos os fóruns trabalhistas, Varas do Trabalho e Postos Avançados do TRT5 com o datacenter principal, localizado em Salvador.

 

O projeto faz parte da Rede Nacional da Justiça do Trabalho (Rede JT) e traz como principal benefício o aumento da velocidade dos links que atendem às varas e fóruns do interior. Reuniões frequentes estão sendo realizadas entre a operadora e o TRT5 para avaliar o estágio da implantação.

 

A previsão de que a instalação fosse concluída era 31 de dezembro passado, porém a OI não cumpriu o contratado. As penalidades previstas estão sendo aplicadas e todos os esforços locais e nacionais são realizados para garantir o cumprimento do contrato. 

 

Nas últimas semanas problemas importantes que afetavam as cidades em que o link OI foi instalado (Candeias, Itabuna, Eunápolis e Teixeira de Freitas) foram sanados:

 

Roteamento - Estas cidades estavam sem acesso ao SERPRO (INFOJUD) e à JUCEB, além de outros ambientes. O problema foi resolvido no dia 1º passado.

 

Assinatura digital de documentos através do SAMP - No TRT5 o Sistema de Acompanhamento de Processo (SAMP) utiliza a assinatura digital através da protocolizadora (PDDE) disponibilizada pelo TRT da 4ª Região (RS). Na nova Rede JT ainda não é possível o contato direto com o tribunal gaúcho, e as cidades que instalaram a nova rede não conseguiam assinar os documentos. O Regional baiano adotou uma solução de contorno que resolveu o incidente.

 

Santo Amaro - O projeto de instalação de fibra para o novo fórum está sendo executado com previsão de finalização este mês. Este link é imprescindível para viabilizar a inauguração do prédio.

 

Ilhéus - O reforço do link de 1 para 4 Mbps exigiu projeto específico para passagem de 30 Km de fibra. O trabalho foi finalizado no último dia 14. O Fórum de Ilhéus já utiliza o PJe com a nova velocidade.

 

Secom TRT5 - 22.2.2013