VI Encontro do Judiciário: planejamento estratégico é um dos destaques

 CNJ

 

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro João Oreste Dalazen (foto), exaltou nesta terça-feira (6) o planejamento estratégico e a gestão estratégica como ferramentas essenciais para o melhor desempenho do Judiciário brasileiro. ''Os fatos apontam para a urgência da mais ampla utilização de tais ferramentas na construção de uma justiça forte'', afirmou o presidente da Justiça trabalhista, durante a abertura do segundo dia de trabalhos do VI Encontro Nacional do Judiciário, em Aracaju/SE. Do TRT da Bahia, participam do encontro a presidente e a vice-presidente, desembargadoras Vânia Chaves e Yara Trindade, além do corregedor, desembargador Valtércio Oliveira.

 

Ao comentar o desempenho da Justiça trabalhista no cumprimento das metas de trabalho anuais, estabelecidas todos os anos durante os Encontros Nacionais realizados sob a coordenação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o presidente TST destacou que a meta de implantação do Processo Judicial Eletrônico na Justiça do Trabalho (PJe-JT) ''está sendo cumprida à risca''. De acordo com Dalazen, na próxima sexta-feira, a Justiça trabalhista terá implantando o PJe-JT em pelo menos 90 Varas Trabalhistas e em 20 dos 24 tribunais regionais do trabalho. ''E a implantação segue em franca e vertiginosa velocidade'', afirmou ele.

 

O VI Encontro Nacional do Judiciário foi aberto nesta segunda-feira (5), em solenidade realizada no auditório do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe (TJSE), com a presença dos presidentes, vice-presidentes e corregedores dos 91 tribunais brasileiros. Neste segundo dia de trabalhos, o evento conta com participação de palestrantes que não integram o mundo jurídico e apresentam pontos de vista externos sobre os problemas e desafios da Justiça. 

 

Fonte: Agência CNJ de Notícias - 6.11.2012