Estudantes acompanham de perto audiências na Justiça do Trabalho

Estudantes de cursos profissionalizantes do Instituto Sagrado Coração de Jesus, em Itapuã, conheceram de perto como funciona a Justiça do Trabalho em Salvador. Eles participaram, na tarde desta quarta-feira (25)/10, de uma das etapas do Programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC), executada na Bahia pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA) e pela Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 5ª Região (Amatra5).

Os alunos foram divididos em grupos e cada um deles foi acompanhado por um magistrado, que explicava, durante as audiências, a dinâmica do processo trabalhista. Participaram os juízes Agenor Calazans (coordenador estadual do TJC), Silvia Isabelle e Gerúzia Amorim.

Antes da visita às Varas do Trabalho no Fórum do Comércio, os jovens fizeram um lanche na sede da Amatra5. Depois passaram boa parte da tarde acompanhando audiências. Para o jovem Lucas Eduardo, 17 anos, que faz curso de assistente de produção de eventos, disse que a experiência foi muito boa. Ele conta que nunca tinha assistido a uma audiência na Justiça antes. “Gostei muito, achei maravilhoso”.

A professora que acompanhou o grupo, Cintia Lima, também elogiou a iniciativa do TJC, que propicia aos alunos a oportunidade de conhecer de perto como funciona a Justiça do Trabalho, como atua os juízes, advogados e as partes. Gostou também de poder ter as explicações durante a visita. “Foi uma mistura de teoria e prática que enriqueceu demais meus conhecimentos”.

Como funciona - O TJC funciona com a participação de magistrados da Justiça do Trabalho, advogados, procuradores e professores, que levam noções básicas de direitos fundamentais, do trabalho, da criança e do adolescente e do consumidor, além de ética e cidadania.

Além de aulas, os alunos visitam o Fórum trabalhista, tiram dúvidas com os magistrados e apresentam um trabalho final (chamado de culminância), no qual mostram, de forma lúdica, o que aprenderam em sala de aula. Todas essas ações são acompanhadas pelos professores que participaram dos seminários de formação.

Atualmente o programa é aplicado em Salvador (Colégio Alípio Franca e Sagrado Coração de Jesus) e em escolas municipais de Feira de Santana e Lauro de Freitas.

Fonte: Amatra5 – 26/10/2017 (Com edições da Secom TRT5-BA)