Ministro Cláudio Brandão recebe Comenda Dois de Julho

O ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Cláudio Mascarenhas Brandão, oriundo do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA), recebeu nesta quarta (22/8) a Comenda Dois de Julho da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). 

A honraria, proposta pelo deputado Bobô, foi aprovada por unanimidade pelos 63 deputados do legislativo estadual. O ministro, único representante baiano no TST, agradeceu a homenagem: “Dois de Julho entrou para a história como sendo o símbolo da liberdade, da luta, do homem simples do povo da Bahia. Por tudo isso sinto-me honrado pela homenagem do povo de minha terra. Ao longo da minha vida tenho me dedicado à família, aos amigos, à Justiça e aos direitos humanos. Aprendi que processos são na verdade a vida das pessoas”, disse.

A presidente do TRT5-BA, desembargadora Maria de Lourdes Linhares, também esteve presente e compôs a mesa alta da solenidade. “O ministro Cláudio Brandão merece todo reconhecimento, é um grande homem e um jurista destacável que engrandece o Judiciário Trabalhista representando a Bahia e o nosso Tribunal”, afirmou.

O desembargador do TRT5-BA e membro do Conselho Nacional da Justiça (CNJ) Valtércio de Oliveira concorda que essa homenagem enaltece a carreira de Brandão e do TRT5-BA: “A trajetória do ministro é ponto de partida para ele receber a comenda que é muito significativa. Ele foi juiz substituto, titular, desembargador, nesse período foi duas vezes presidente da Amatra5 e com mérito chegou a ministro do TST. Essa honraria festeja não somente o ministro, mas também a família e o nosso 5º Regional”, concluiu. O deputado Bobô, que propôs a celebração, disse ser uma honra conceder a comenda a “ pessoas que representam a sociedade e engrandecem a Bahia, prestando muitos serviços”.

A solenidade também contou com as presenças do ministro do TST Horácio Pires, que precedeu Cláudio Brandão no TST; da desembargadora ouvidora do TRT5-BA, Ivana Magaldi; do desembargador do TJ-BA, Nilson Castelo Branco; da presidente da Amatra5 (Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 5ª Região), Angélica Ferreira; e do presidente da Abat (Associação Baiana de Advogados Trabalhistas), Jorge Lima; além de muitos magistrados. 


 

Confira mais fotos do evento AQUI

CURRÍCULO- O ministro ingressou no TRT5 no ano de 1981 como auxiliar judiciário, na Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ) de Jacobina. Como desembargador do Tribunal, foi presidente da 2° Turma, da Seção Especializada em Dissídios Individuais II e da Comissão de Informática (2005/2007 e 2009/2013). Integrou a Seção Especializada em Dissídios Coletivos e o Órgão Especial e foi vice-diretor da Escola Judicial. Atualmente é membro da 7ª Turma da Subseção I da Seção Especializada em Dissídios Individuais (SBDI-1) do TST.

Secom TRT5 (Texto: Fabricio Ferrarez/ Foto: Renata Carvalho) - 22/8/2018