Novo padrão de segurança institucional é inaugurado no Fórum do Comércio

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA), desembargadora Maria Adna Aguiar, inaugurou na manhã desta terça-feira (5/9), no Fórum Antônio Carlos, no Comércio, o novo padrão de segurança institucional do Tribunal, que inclui reforço no controle de acesso (portal com detector de metais e raio x), sistema de alarme com botões em pontos estratégicos do prédio e posto para acautelamento de armas de visitantes. Além dessas medidas, foi formalizada a entrega de armas não letais (equipamentos de choque e bastões retráteis), além de uma viatura plotada, com giroflex para ações de segurança e escolta.

 

A implementação está em conformidade com a Resolução 175/2016 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), que determina providências na área de segurança. Em breve discurso na entrega dos novos instrumentos, a presidente do TRT5 comemorou os últimos resultados obtidos pelo Regional, que apresentou indicadores de produtividade bastante positivos, e disse que é preciso garantir a tranquilidade de todos que militam nos fóruns da Justiça do Trabalho. Ela explicou que o botão de alarme foi ideia de um servidor de Juazeiro e a sua implantação na capital contou com o apoio da equipe de desenvolvimento da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicações (Setic).

 

As iniciativas concretizadas no Comércio já foram implantadas no Fórum de Feira de Santana e fazem parte de um Plano desenvolvido pelo Núcleo de Segurança do Tribunal. O coordenador do núcleo, Pedro Marcelo dos Reis, apresentou o projeto em diversas reuniões com representantes da comunidade do Tribunal.

Na mesma cerimônia de entrega, o presidente da Associação Baiana dos Advogados Trabalhistas (Abat), Jorge Lima, destacou a importância das medidas, a firme condução de todo o processo pela presidente do Tribunal e reforçou a necessidade de advogados e todo o público colaborarem com o monitoramento do ambiente. “O procedimento é padrão para todos, e a união em prol da Justiça do Trabalho é fundamental para alcançarmos êxito em todos os nossos desafios”, afirmou.

Secom TRT5 - 5/9/2017