TRT5 cede código-fonte para TST desenvolver seu aplicativo corporativo

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5), desembargadora Maria de Lourdes Linhares, esteve com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro João Batista Brito Pereira, e com o ministro do TST,  Cláudio Brandão,  numa reunião onde foi realizada a assinatura da cessão do Código-Fonte do Aplicativo Corporativo para smartphones, desenvolvido pelo Regional baiano. O ministro Claudio Brandão é  membro do Comitê de Saúde e responsável pelo projeto do software no TST. O encontro ocorreu nesta quarta (24/10), em Brasília.

O aplicativo TRT5-Corporativo possibilita que os servidores e magistrados baianos  acompanhem informações referentes ao plano de saúde, e está disponível para sistema operacional Android e IOS. A cessão permitirá, de maneira mais fácil, ao TST criar um aplicativo semelhante para seus servidores e magistrados.

Também participaram do encontro  o juiz auxiliar da Corregedoria do TRT5, Firmo Ferreira Leal Neto; o diretor-geral do TRT5, Tarcísio José Filgueiras dos Reis; e a secretária-geral, Silvia Renata Rocha Pereira.

Secom TRT5 (Fabricio Ferrarez /  fotos: Fellipe Sampaio / Secom-TST) - 24/10/2018