Desembargador Rodrigues Pinto é homenageado por sua carreira jurídica em São Paulo

 

O jurista, advogado, professor e desembargador aposentado do TRT da Bahia, José Augusto Rodrigues Pinto, foi homenageado no 2º Simpósio Internacional de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho, promovido pela   Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) de 22 a 24 de março para discutir temas de interesse da área.  A homenagem ao magistrado, que é presidente honorário da Academia Brasileira de Direito do Trabalho, aconteceu no encerramento do encontro. Na saudação, o desembargador foi definido como "sensível, juiz exemplar, professor iluminado, amigo inigualável e pessoa acolhedora da juventude".

A homenagem ressaltou as qualidades pessoais e profissionais de Rodrigues Pinto, transcorrendo toda a sua história, desde a sua formação em Direito, passando por seu período na advocacia em São Paulo, e o retorno a Salvador.  Aos 33 anos, o então advogado testemunhou o nascimento do Direito do Trabalho, ramo a que dedicou sua vida e contribuiu para a sua consolidação. Em 1965 foi aprovado, em segundo lugar, no concurso de Juiz do Trabalho na Bahia, passando por Juazeiro, Jequié, Santo Amaro e Salvador.

Em 1972 iniciou a carreira acadêmica como professor na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia. E, em 1981 aposentou-se como Juiz do Trabalho (desembargador, na denominação atual), mas não se desvinculou da Justiça do Trabalho, uma vez que, até 2003 atuou como assessor de diversos desembargadores.

Como docente, ministrou aulas até 2002, mesmo tendo se aposentado em 1997 na Faculdade de Direito da UFBA. Nesses últimos cinco anos no magistério lecionou no curso de pós-graduação da Universidade. Segundo a própria homenagem, o desembargador Rodrigues Pinto é um exemplo da máxima de Calamandrei: "Para encontrar a Justiça é preciso ser-lhe fiel".

O homenageado:

É membro efetivo das seguintes instituições:

- Academia Brasileira de Direito do Trabalho (ABDT)
- Academia de Letras Jurídicas da Bahia
- Instituto dos Advogados da Bahia
- Instituto Goiano de Direito do Trabalho (IGT)
- Instituto Baiano de Direito do Trabalho (IBDT)

Suas obras mais conhecidas são:

- Recursos Trabalhistas (Forense Editorial), reescrito e publicado com o título de Manual de - Recursos nos Dissídios Trabalhistas (Editora LTR)
- Execução Trabalhista (Editora LTR)
- Tratado de Direito Material do Trabalho (Editora LTR)
- Direito Sindical e Coletivo do Trabalho (Editora LTR)

 

 Confira também um vídeo produzido pela Secom do TRT5 com entrevista de Rodrigues Pinto

 

Secom TRT5 (Fabricio Ferrarez) - 15/05/2018