Presidente do STF visita TRT5 e defende a Justiça do Trabalho

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, realizou uma visita institucional ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT5-BA) na sexta-feira (15/3), quando foi recepcionado pela presidente da instituição, desembargadora Maria de Lourdes Linhares. Na ocasião, o ministro reforçou a importância da Justiça especializada na mediação dos conflitos das relações de emprego. “Nesse sentido, ela [Justiça do Trabalho] é uma pacificadora das relações sociais”, afirmou.

Durante o encontro, a desembargadora Lourdes Linhares lembrou que é a primeira visita de um presidente da Corte mais alta do Judiciário à Justiça Trabalhista baiana nesses 71 anos de história. A presidente relatou ao ministro que sua gestão tem priorizado o investimento em mecanismos de conciliação: “Inauguramos o Centro de Conciliação da Justiça do Trabalho da 1º  (Cejusc1) e da 2º Instância (JC2/Cejusc2) com a finalidade de melhorar a atividade do Tribunal, trazendo ainda mais celeridade e eficiência”. Ressaltou ainda sua preocupação com as dificuldades enfrentadas pela Justiça do Trabalho diante dos cortes orçamentários, da carência de servidores e da expectativa de um elevado número de aposentadorias para os próximos anos. 

 

A equipe técnica da atual gestão, presente à audiência, forneceu um breve resumo de ações e dados estatísticos da atividade-fim e dos esforços empreendidos para redução de despesas e contenção de gastos do TRT5. Após a reunião, o ministro participou do seminário “Magistrados e Ética: comunicação em tempos de redes sociais e novas tecnologias”, promovido pela Escola Judicial, no auditório do Pleno. 

 

Também estiveram presentes no encontro o desembargador Valtércio Oliveira, conselheiro do CNJ, o desembargador Carlos Vieira von Adamek, Secretário-Geral do CNJ, as desembargadoras Débora Machado, vice-presidente do Tribunal, Dalila Andrade, Corregedora regional, Margareth Costa, diretora da Escola Judicial, e Jéferson Muricy, Conciliador. Compareceram ainda a desembargadora Maria das Graças Boness e os juízes Dorotéia Azevedo, auxiliar da Presidência do TRT5 e Coordenadora do Cejusc, Franklin Rodrigues, Coordenador da Central de Execução e Expropriação, Murilo Oliveira, auxiliar do Juízo de Conciliação de 2ª Instância, e Firmo Leal, auxiliar da Corregedoria.

Secom TRT5 (Renata Carvalho) – 18/3/2018